Bancária baleada na cabeça após sair da igreja tem melhora e deixa UTI

Ela já respira sem ajuda de aparelhos e continua a recuperação na enfermaria.

thaizzeA bancária Thaizze Peres, de 27 anos, baleada na cabeça durante uma suposta tentativa de assalto após sair da igreja, em Goiânia, teve uma melhora em seu estado de saúde e deixou a Unidade de Terapia Intensiva (UTI), onde estava internada. O crime aconteceu na noite do último dia 29.

De acordo com o último boletim médico divulgado pelo Hospital de Urgências de Goiânia (Hugo), Thaizze já está consciente, respirando sem ajuda de aparelhos. Depois que saiu da UTI, foi transferida para a enfermaria, onde continua sua recuperação. A unidade não informou o dia em que a bancária deixou a UTI.

Thaizze foi baleada após sair da Igreja Sagrada Família, onde dá aulas de catequese. A suspeita é de que ela tenha sido vítima de uma tentativa de assalto. O caso é investigado pelo 13º Distrito Policial.

O G1 entrou em contato com o delegado Murilo Gonçalves, que responde pela delegacia durante as férias do delegado titular Fernando de Oliveira Fernandes, mas não conseguiu contato para saber o andamento das investigações.

No dia do crime, de acordo com a Polícia Militar, a jovem estava em seu carro, quando dois homens em uma motocicleta se aproximaram e um deles realizou os disparos. Eles fugiram em seguida sem levar nenhum pertence da vítima. Após ser baleada, ela perdeu o controle do veículo e colidiu contra uma pilastra.

“Ainda não sabemos o que aconteceu com ela, mas só pode ter sido um assalto. Estamos muito abalados e não deu tempo de ir atrás da polícia para saber se há alguma outra suspeita e eles também não nos procuraram”, relatou ao G1 na época a tia da jovem, a funcionária pública Valdirene Ribeiro de Souza, 43 anos.

Balística
No último dia 4, a Polícia Civil encaminhou o projétil que atingiu a cabeça da bancária para a perícia da Polícia Técnico-Científica. O laudo é para definir qual o calibre da arma e as características das ranhuras.

De acordo com a Polícia Técnico-Científica, a determinação das características da bala vai ser importante quando a polícia encontrar suspeitos ou apreender armas para que possam ser comparadas as marcas.

G1

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Adblock Detected

Considere nos apoiar desabilitando o bloqueador de anúncios