Avião da AirAsia pode ter sofrido explosão antes de cair na água

2015-01-12t084128z_17452666O avião da AirAsia que caiu no Mar de Java no dia 28 de dezembro provavelmente sofreu uma explosão antes de atingir a água, disse a Agência Nacional de Busca e Resgate daIndonésia nesta segunda-feira (12), após uma das duas caixas-pretas da aeronave ser retirada da água. As informações são da agência Reuters.

Segundo S.B Supriyadi, diretor da agência, os destroços encontrados indicam que houve uma mudança de pressão na aeronave antes de ela atingir a água, cuja causa provável é uma explosão.

“Minha análise é, baseada nos destroços encontrados e em outras informações, que o avião sofreu uma explosão antes de cair na água”, disse Supriyadi a repórteres.

De acordo com ele, o lado esquerdo do avião parece ter se desintegrado, apontando para uma mudança de pressão que pode ter sido causada por uma explosão.

A informação, entretanto, foi questionada pelo Comitê Nacional de Segurança nos Transportes. “Não há nenhum dado que suporte este tipo de teoria”, afirmou Santoso Sayogo, investigador do comitê.

Caixas-pretas
Uma das caixas-pretas do avião foi localizada neste domingo (11) e retirada da água nesta segunda.

“Recebi informação da Comissão Nacional de Segurança dos Transportes (KNKT), [dizendo] que, às 7h11 [horário local], conseguimos recuperar parte da caixa-preta com as gravações dos dados sobre o voo”, informou o chefe da equipe nacional de busca e resgate, Bambang Soelistyo.

O gravador de voz da cabine foi achado apenas algumas horas após a caixa-preta ter sido recuperada, e os investigadores acreditam que ele está em boas condições. O equipamento é vital para entender o que causou a queda do avião.

A cauda da aeronave, trazendo a logomarca vermelha da AirAsia, foi retirada da água no sábado, com ajuda de balões gigantes e um guindaste.

Depois de duas semanas de buscas infrutíferas pelas caixas-pretas, devido ao mau tempo, autoridades reacenderam as esperanças de encontrá-las, neste domingo, após a detecção de fortes sinais eletrônicos pelos três navios envolvidos nas buscas no mar de Java, relatou o diretor da Agência Nacional de Busca e Resgate, S.B Supriyadi.

Participam das buscas embarcações dos Estados Unidos, da China e de outros países.

Esses sinais foram localizados a menos de um quilômetro de onde a cauda do avião foi achada, mas Supriyadi explicou que as fortes correntes da região atrapalharam o trabalho dos mergulhadores militares. Os profissionais tiveram de interromper seus esforços antes de tentar chegar até o ponto localizado a 30 metros de profundidade.

Vítimas
Mais cedo, Supriyadi explicou a jornalistas que um objeto que se acredita ser o corpo principal do avião também havia sido detectado perto da fonte dos sinais. Segundo o funcionário, a maior parte dos corpos deve estar presa na cabine, o que significa que chegar até esta parte dos destroços é prioridade máxima.

Segundo a Agência Meteorológica indonésia, foi uma forte tempestade que ocasionou a queda do A320-200 durante seu voo entre a cidade indonésia de Surabaya e Cingapura. A resposta definitiva poderá ser dada, porém, somente quando as caixas-pretas forem analisadas.

Até o momento, 48 corpos foram recuperados, das 162 pessoas a bordo.

G1

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Adblock Detected

Considere nos apoiar desabilitando o bloqueador de anúncios