Aparecida de Goiânia, domingo, 17 de outubro de 2021
#ForaBolsonaro

Atos contra Bolsonaro tomam as ruas de todas as capitais e também no exterior

Marcus Vinicius
2 de outubro de 2021

Desde as primeiras horas da manhã de sábado (2), milhares de pessoas foram nas ruas de centenas de cidades do Brasil e do exterior pedindo o impeachment o presidente Jair Bolsonaro (ex-PSL). Os maiores atos pelo #ForaBolsonaro até agora foram realizados em capitais como Rio de Janeiro, Recife, Goiania, Fortaleza e cidades do interior dos estados como Joinville, em Santa Catarina.

E motivos para tirar Bolsonaro da Presidência da República não faltam. Os maniefstantes protestam contra a fome que atinge um em cada quatro brasileiros, a carestia com a inflação em mais de 10%, o desemprego que atinge mais de 14 milhões de pessoas, a falta de direitos a 76 milhões de trabalhadoras e trabalhadoras, o negacionismo em relação a covid-19 que matou quase 600 mil, a falta de ações concretas para evitar as queimadas na Amazônia e no Pantanal, os aumentos nas tarifas de energia e nos combustíveis e os ataques à democracia.

Confira alguns atos que ocorreram pela manhã

Em Recife (PE) cerca de 50 mil pessoas se reuniram no centro da capital Pernambuca, nas imediações da Praça do Derby. O ‘Fora, Bolsonaro’ reuniu representantes de sindicatos, movimentos sociais e partidos de oposição. Na concentração, o presidente da CUT no estado Paulo Rocha, explicou os motivos para o #ForaBolsonaro.

“Este é um governo genocida e que não combate o desemprego, que não combate a desigualdade. Queremos distribuição de renda e empregos para a volta da alegria do povo brasileiro”, disse o dirigente.

No Rio de Janeiro, milhares de pessoas se reuniram na Avenida Presidente Vargas , no centro da cidade. Com bandeiras, palavras de ordem e música os manifestantes pediram #ForaBolsonaro e se posicionaram contra as privatizações e a política econômica do governo.

Em FortalezaCeará , a concentração para o ato começou desde às 8h da manhã na Praça da Bandeira, localizada no centro da capital. Depois seguiu até a Praça do Ferreira. São milhares de cearenses marchando em protesto contra a política de morte do atual governo, contra os altos preços dos alimentos, das tarifas de luz, gás e combustíveis.

Em João Pessoa (PB) a manifestação foi no Ponto de Cem Réis. A populapedia o impeachment do presidente e  criticava os aumentos dos preços de combustíveis, produtos alimentícios e gás de cozinha. Eles também homenagearam as vítimas da covid-19.

EDMUNDO GONZAGA

systemuploadsckjoc3a3o20pessoa20 545x409xfit 974be

A capital da Bahia, Salvador, amanheceu com os manifestantes nas ruas pedindo o impeachment de Bolsonaro, mais empregos, saúde pública,  educação e saúde.

Os evangélicos , em Salvador também aderiram ao Fora Bolsonaro.

Em Goiânia, Goiás, centenas de pessoas saíram em passeata pelas ruas da cidade em protesto contra o governo genocida de Jair Bolsonaro.

Em São Luís, capital do Maranhão, os manifestantes se reuniram no centro da cidade. Além do impeachment de Bolsonaro, o ato foi por mais vacinas contra a Covid-19 e por empregos.

systemuploadscksc3a3o20luis20ma 492x277xfit 6ca2d

Em Palmas, Tocantins a manifestação percorreu as principais ruas da cidade. Os manifestantes se protegeram da contaminação pelo coronavírus se perfilando em filas separadas para manter o distanciamento social.

Em Belém do Pará, também houve manifestação pela manhã, pedindo Fora Bolsonaro. Também teve ato na cidade de Marabá. A população ocupou as ruas em repúdio aos altos preços dos alimentos, da energia, do gás de cozinha e combustíveis em geral.

A população de Alagoas não ficou de fora e sai nas ruas da capital, Maceió para pedir o fim do pior presidente que o Brasil já teve. Fora Bolsonaro.

Em Joinville (SC), a chuva não atrapalhou o ato regional por #ForaBolsonaro neste 2 de outubro. Os manifestantes se concentraram na Praça da Bandeira com seus guarda-chuvas, bandeiras e cartazes e depois seguiram em caminhada pelas ruas da cidade.

 

Em Chapecó, também em Santa Catarina, a concentração do ato aconteceu  na Praça Central da Cidade.  

Na cidade de Palhoça (SC)  também teve manifestação por #ForaBolsonaro. Desde cedo, lideranças se concentraram na Praça 7 de Setembro com suas bandeiras.

systemuploadsckpalhoc387a20scjpg 538x303xfit 54778

Em Criciúma (SC), manifestantes se concentraram na rua da Arquibancada com suas bandeiras, cartazes e faixas para dizer chega a este governo genocida, lutando contra a Reforma Administrativa, a fome, o desemprego e por #ForaBolsonaro 

As ruas de Blumenau (SC) foram tomadas pelo grito de #ForaBolsonaro neste 2 de outubro. Manifestantes se concentraram na praça do Teatro Carlos Gomes e depois seguiram em caminhada pelas ruas centrais da cidade.

Em Campinas, no interior de São Paulo , a manifestação com centenas de pessoas saiu do Largo do Rosário e percorreu as principais ruas da cidade.

Atos no exterior

Em Londres, na Inglaterra, os brasileiros também protestaram contra este governo genocida, em frente a embaixada brasileira na cidade.

systemuploadscklondres201jpg 501x376xfit 6167f
systemuploadscklondres20bandeirasj 521x391xfit 7bb77

A comunidade LGBTQI+ também esteve presente em Londres e homenageou a vereadora Marielle Franco, assassinada no Rio de Janeiro.

systemuploadscklgbt20londresjpg 485x647xfit a955b

Em Freiburg, Alemanha, a concentração foi na Europaplatz e os manifestantes sairam em passeata até Platz der Alten Synagoge no centro da cidade.

Em Paris, França, os brasileiros e brasileiras protestaram contra Bolsonaro, nas imediações de um dos símbolos mais conhecidos do mundo, a Torre Eifell.

Em Madrid, capital da Espanha, o ato, organizado pela Asociación Brasileña Maloka, Coletivo pelos direitos no Brasil, foi a noite no Teatro no teatro Del Barrio. 

systemuploadsckespanha20madri20to 525x394xfit 3a4b3

Sobre a organização dos atos

Organizados pela CUT e demais centrais, as Frentes Povo sem Medo, Brasil Popular e Coalizão Negra por Direitos,  Direitos Já, Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST); Movimento dos Trabalhadores Sem Teto (MTST); União Nacional dos Estudantes (UNE); Central de Movimentos Populares (CMP) e movimento Acredito, os atos 320 estão confirmados em 306 cidades e 18 países .

A mobilização pelo Fora Bolsonaro envolve ainda diversos partidos políticos: PT, PSOL, PC do B, PSB, PDT e PCB, Rede, Cidadania, PV e Solidariedade, entre outros.  

Fonte CUT - Foto abertura: Cláudio Marques/Goiânia

DENÚNCIA DE IRREGULARIDADES?

envie um email para

[email protected]

2005 - 2021
magnifiercross linkedin facebook pinterest youtube rss twitter instagram facebook-blank rss-blank linkedin-blank pinterest youtube twitter instagram