Associação pede retirada do Onix após nota zero em teste

Share on facebook
Share on twitter
Share on google
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on telegram
Share on email

PROTESTE diz que irá acionar Ministério Público e outros órgãos competentes

Horas após serem divulgados os resultados dos testes de segurança feitos pelo Latin NCAP com o Chevrolet Onix, a PROTESTE (Associação de Defesa do Consumidor) informou que pedirá a retirara do modelo no mercado brasileiro – do qual é lider desde 2015.

O carro não recebeu nenhuma estrela na avaliação de proteção para adultos e três estrelas (entre cinco possíveis) para a proteção de crianças.

Parceira do Latin NCAP, a PROTESTE explica que o desempenho estrutural do Onix no impacto lateral mostrou um grande deslocamento (penetração) da coluna B, dentro do compartimento do passageiro, significativamente maior que no Fiat Palio e Peugeot 208 anteriormente testados.

“O Onix foi o único que registrou valores que ultrapassam os limites biomecânicos permitidos para o peito no teste de colisão”, diz a associação. “Provavelmente, devido a seu pobre desempenho estrutural, a situação não mudaria nem mesmo incluindo airbags laterais”.

Segundo Sonia Amaro, advogada da PROTESTE, reinvidicações serão feitas junto ao Ministério Público e à Secretaria Nacional do Consumidor (entre outros órgãos competentes) para que o modelo seja retirado do mercado brasileiro.

Veja abaixo a declaração do gerente de relações institucionais e mídia da PROTESTE, Henrique Lian:

“É uma ofensa à inteligência do consumidor que a General Motors, que afirma que o Onix é baseado numa plataforma global, não tenha tido êxito na versão avaliada pelo Latin NCAP. De acordo com os resultados do teste foi verificado que o carro não seria aprovado pela regulação da ONU (UN95), nem pela Norma Federal de Segurança Veicular dos EE.UU. (FMVSS214), aplicados na Europa e nos Estados Unidos respectivamente.

Não consideramos que a América Latina seja depósito para carros fora dos padrões exigidos, no entanto, infelizmente, não parece ser a opinião da GM. A PROTESTE, diante dos resultados decepcionantes do Onix, pedirá a sua retirada do mercado”.

Notícia postada em  

Utilizamos cookies e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade e nosso Termos de Uso, ao continuar navegando, você concorda com estas condições.