Artesãs recebem certificados da Secretaria de Trabalho nesta quinta-feira

Certificação garante a artesãs o direito de participar de feiras e projetos culturais do GDF.  O projeto começou tímido, mas ganhou força com o tempo. Financiado por uma fábrica de cimento, cada participante recebeu a importância de R$ 300 durante os primeiros meses do ainda Projeto Mãe Ambiente.

O artesanato mudou a vida de um grupo de 15 mulheres na Fercal. Antes desempregadas, as artesãs descobriram na reciclagem o segredo que lhes despertaram o talento para a arte. Nesta quinta-feira, 24, elas terão a oportunidade de expaecobagndir seu trabalho.

O grupo da Cooperativa Calliandra do Queima Lençol produz sacolas ecobags a partir da reciclagem de sacos de cimento descartados por duas fábricas da cidade. Apesar das técnicas e do conhecimento adquirido, elas ainda não são profissionais, o que impede que participem de f
eiras e projetos culturais voltados para o artesanato no DF.

As 15 mulheres apresentarão seus projetos na Secretaria de Trabalho do Distrito Federal amanhã, às 14h, e receberão a carteira profissional de artesão, um documento obrigatório participar de projetos do GDF. Com a certificação, a expectativa é expandir o projeto e levar os produtos para outras regiões administrativas.

COOPERATIVA

“A consciência ambiental é um dos legados do nosso trabalho como artesãs, que começou em 2013 com o Projeto Mãe Ambiente, e durou nove meses. A partir daí foi criada a cooperativa que permitiu que os projetos ganhassem dimensões maiores”, ressaltou a presidente da cooperativa, Jaqueline Aquino, que explicou a importância do projeto na vida das mulheres. “Algumas estavam tristes, sem rumo, outras estavam em depressão por não conseguirem emprego, mas aqui elas tomaram um fôlego e passaram a ter ocupação e renda”, comentou.

O projeto começou tímido, mas ganhou força com o tempo. Financiado por uma fábrica de cimento, cada participante recebeu a importância de R$ 300 durante os primeiros meses do ainda Projeto Mãe Ambiente e, após iniciarem a produção, passaram a ter renda própria.

PRODUÇÃO

Durante três dias da semana, as participantes produzem as ecobags. Além dos sacos de cimento, os demais materiais utilizados na produção, como tinta, cola e outros produtos artesanais, são fruto de doações.

passou a ser parceira do projeto e já oferece o produto aos consumidores.

Qualquer pessoa pode procurar a cooperativa para comprar ou encomendar as ecobags.

Serviço:

Cooperativa Calliandra do Queima Lençol

Endereço: Rodovia 205 Km 4 Leste Queima Lençol

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Adblock Detected

Considere nos apoiar desabilitando o bloqueador de anúncios