Aparecidense bate a Ponte Preta pela Copa do Brasil

Share on facebook
Share on twitter
Share on google
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on telegram
Share on email

Partida foi tumultuada apos anulação de gol irregular da Ponte, Aparecidense passa para a 2º fase

A Aparecidense eliminou a Macaca (Ponte Preta) já na primeira fase da Copa do Brasil. O  jogo ocorreu ontem, 12 em casa no Estádio Aníbal Toledo em Aparecida de Goiânia. A Aparecidense marcou o gol da vitória aos 27 minutos do primeiro tempo, Uederson fez o gol para Aparecidense.

Aos 44 minutos do segundo tempo Hugo Cabral empatou para a Ponte Preta, resultado daria a classificação para a Macaca eliminando a Aparecidense. O árbitro Léo Simão Holanda chegou a validar o gol irregular, mas posteriormente anulou o gol da Ponte. Após confusão a partida ficou paralisada por cerca de 16 minutos. Apos volta da partida o lateral-direto da Ponte Preta Arnaldo foi expulso ao tentar bloquear um contra-ataque da Aparecidense.

Reclamações

Após o fim do jogo e Ponte Preta desclassificada da competição, os jogadores de Campinas (SP) reclamaram da interferência na partida pelo delegado, Adalberto Grecco e do quarto árbitro, Breno Vieira Souza.

” Jogo que não tem VAR não pode ter interferência externa. O banco deles foi em cima dele (delegado da partida), pressionando. Ele não pode, só por ser de Goiânia, beneficiar o time deles. Tem que ficar quieto, fazer a função dele, porque é um jogo sem VAR. Essa é a indignação. Se o jogo tem VAR, beleza, pode opinar. Agora o bandeirinha correu, o juiz deu gol, o delegado não pode chegar e falar. Eu vi ele falando. Eu vi e falei: quero ver se vai dormir em paz com a tua consciência”, disse Reginaldo zagueiro da Ponte Preta.

Outros jogadores da Ponte também reclamaram da atuação do delegado, a Ponte Preta disse que vai recorrer do resultado que a eliminou da competição.

A Aparecidense segue para a segunda fase da Copa do Brasil e pela classificação recebeu R$ 625 mil reais, somados com os outros 525 mil pela participação no torneio, a Aparecidense ja faturou R$ 1.150.000 na Copa do Brasil.

 

Denuncias e Informações? Chat via WhatsApp