Bem-vindo(a) à Aparecida de Goiânia
Cultura

Aparecida paga benefícios da Lei Aldir Blanc

Marcus Vinicius
30 de dezembro de 2021

Cerca de R$ 2,3 milhões foram distribuídos entre 448 artistas aparecidenses para usar no desenvolvimento de suas atividades. Os pagamentos foram concluídos na quarta-feira, 29.

Aparecida de Goiânia vem se destacando no cumprimento da Lei Federal 14.150/2021, mais conhecida como Aldir Blanc, e concluiu nesta quarta-feira, 29, o pagamento do subsídio aos grupos coletivos e produtores culturais que tiveram suas atividades prejudicadas devido à pandemia da Covid-19. O Município contemplou 448 beneficiados e é um dos primeiros, no estado de Goiás, a fazer o repasse completo do subsídio.

Aparecida recebeu um total de R$ 2,3 milhões para beneficiar 13 segmentos, como artes visuais e plásticas, teatro, dança, música, artesanato, audiovisual, cultura popular e afro-brasileira, arte urbana, literatura, circense e economia criativa. Cada artista ou produtor cultural recebeu em suas contas bancárias a quantia de R$ 5,2 mil. O auxílio deverá ser usado para o desenvolvimento de suas atividades.

A atriz Brunna Malta, que atua no Hope Artes Ministério de Artes Cênicas, foi uma das beneficiadas. Ela destacou a importância do recurso. “Além de ter o privilégio de poder contribuir para a equipe de teatro na qual faço parte, atribuir valor ao que faço enriquecendo mais um pouco meu portfólio por meio de montagens futuras, esse benefício me ajudou muito com questões pessoais também no momento que eu mais precisava. Agradeço à toda equipe pelo empenho em poder nos auxiliar, com certeza nos trará muitos benefícios, principalmente na área cultural que estamos inseridos”, frisou.

O secretário municipal de Cultura, Avelino Marinho, ressaltou que Aparecida é protagonista em fomentar a Lei Aldir Blanc, cujos recursos disponíveis precisam ser repassados até o dia 31 de dezembro deste ano. “Esta é a segunda etapa do auxílio emergencial cultural concluída em Aparecida dentro dos prazos exigidos pela Lei Federal. Nossa cidade foi novamente uma das primeiras a concluir o processo da Lei e beneficia, de forma rápida, centenas de artistas e fazedores de cultura que tanto nos orgulham e alegram nossa população”, salientou o secretário.

O superintendente de Cultura e presidente da Comissão Técnica Jurídica Financeira da Lei Aldir Blanc no município, Weyder Moreira, ressalta os esforços empreendidos pelas secretarias de Cultura, Fazenda, Transparência, Fiscalização e Controle e Comunicação de Aparecida para aplicação da Lei Emergencial, ao seguir todos os trâmites legais, para que esses recursos fossem repassados de forma transparente e equitativa.

“Nós fizemos a ponte, mas nada seria possível se não fosse o ótimo trabalho das Comissões criadas contendo representantes da cultura e do poder público para discutir, avaliar projetos e definir a forma de fazer a distribuição do recurso”, disse o superintendente.

DENÚNCIA DE IRREGULARIDADES?

envie um email para

[email protected]

2005 - 2022
magnifiercross linkedin facebook pinterest youtube rss twitter instagram facebook-blank rss-blank linkedin-blank pinterest youtube twitter instagram