Aparecida mantém Ideb acima da média nacional pa​ra Ensino Fundamental

O Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (INEP) divulgou ontem, quinta-feira (08), o Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb) para 2015. O resultado aponta mais uma vez que Aparecida de Goiânia está entre os municípios brasileiros que alcançaram a meta imposta pelo Ministério da Educação para os anos iniciais do Ensino Fundamental (1º ao 5º), fase pela qual a rede municipal é exclusivamente responsável no ensino público.

A meta imposta para essa fase do ensino foi de 5,2. Ao todo, 74,7% das redes municipais do país atingiram o índice. Em Aparecida, o resultado obtido foi novamente maior que a meta nacional: 5.3. Das 59 escolas do município, duas atingiram antecipadamente a meta estabelecida para o país em 2021, que é 6.0. Foram elas as escolas municipais Monteiro Lobato e Cidade Vera Cruz, que oferecem do 1º ao 5º ano.

“Esse resultado positivo se deve aos investimentos realizados na rede básica de ensino de Aparecida nos últmos oito anos. Investimos na construção de novas escolas e Cmeis, na otimização desses prédios com a construção de quadras, implantação de sistema de climatização, investimos em formação continuada para os profissionais da rede, cumprimos o Plano de Cargos e Salários e o piso salarial, entre outras melhorias”, destaca o secretário de Educação do município, Domingos Pereira.

Entre 2009 e 2015, o secretário explica que o município investiu R$ 112,2 milhões de recursos próprios na ampliação do atendimento, mais especificamente na construção de novas escolas e Cmeis, reforma e ampliação de unidades já existentes, construção de quadras poliesportivas e outras melhorias na estrutura física da rede.

“Toda essa estruturação física ocorreu amparada pela qualidade técnica, uma condição inerente aos projetos empreendidos nos últimos sete anos em Aparecida pela administração Maguito Vilela, e também humana, obtida a partir da contratação de profissionais capacitados, de estímulo à formação  continuada e outras medidas adotadas desde 2009”, alerta Domingos Pereira.

Desde esta data, resultados do município aferidos pelo Ideb comprovam que o município está no caminho certo quando o assunto é Educação. Em 2007 e 2009, o índice obtido acompanhou a meta estipulada pelo MEC, de 4.1 e 4.4, respectivamente. Desde 2011, entretanto, consolidados os primeiros grandes investimentos no setor, Aparecida mantém o índice acima da média. Em 2011, o índice final foi 4.9, enquanto a meta nacional, 4.8. Em 2013, a meta era de 5.1 e o município atingiu 5.2. Em 2015, o resultado se repetiu, com um desempenho de 5.3, frente à meta de 5.2 para todo o país.

IDEB – Criado em 2007, o índice reúne em um só indicador dois conceitos igualmente importantes para a qualidade da educação: fluxo escolar e médias de desempenho nas avaliações da Prova Brasil, no caso dos municípios. Uma média final, de zero a dez, é estabelecida a partir desses critérios, e divulgadas a cada dois anos. Com base nela, os municípios têm como objetivo equilibrar essas duas dimensões, conduzindo e melhorando políticas pública que levem à superação das metas que lhes são impostas.

“O bom funcionamento da rede, além de unidades físicas padronizadas, é garantido por uma série de medidas que aliam conforto aos alunos e profissionais, valorização e envolvimento de toda a comunidade com a escola, que deve ser um espaço aberto, frequentado e cuidado por toda a população. Dessa forma, estamos conseguindo mudar a realidade da Educação de Aparecida, gradativamente. Não é uma tarefa fácil, mas é possível e gratificante”, destaca o secretário Domingos Pereira.

REDE – Aparecida conta hoje com  81 unidades – 59 escolas, sendo 4 integrais, e 22 Cmeis – em funcionamento. O maior investimento foi na construção de novos Centros Municipais de Educação Infantil (Cmeis), já que em 2008, a cidade possuía apenas 7 unidades. Juntos, Cmeis e escolas atendem 35 mil alunos e, até o final do ano, esses números aumentarão com a inauguração de outros 7 centros.

As novas unidades reduzirão pela metade o déficit existente hoje em Aparecida para Educação Infantil, de quase 3 mil alunos. Para o Ensino Fundamental, com a construção de quatro novas escolas entre 2010 e 2012, o déficit de vagas foi sanado e o município apresenta vagas sobressalentes.

SecomAp

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Adblock Detected

Considere nos apoiar desabilitando o bloqueador de anúncios