Aparecida de Goiânia comemora 95 anos com festa, bolo gigante e desfile cívico

0
404

Festa ocorreu com bolo gigante de 95 metros em alusão a idade do município e desfile cívico

“A melhor cidade do país para se viver é Aparecida”, afirmou, entre sorrisos o açougueiro Damião Jerônimo Dantas, de 69 anos. Morador do Village Garavelo I, bairro onde cresceram seus sete filhos, 12 netos e agora também vivem seus sete bisnetos, Damião acredita que Aparecida tem mesmo muito o que comemorar em 95 anos de existência. “Meu bairro mesmo melhorou muito. E o Gustavo está sendo um bom prefeito, conheci ele quando nasceu”, revelou, convicto de que a cidade está em boas mãos.

Assim como ele, milhares de aparecidenses deixaram suas casas na manhã desta quinta-feira, 11, para acompanhar, no Parque da Família, no Residencial Village Garavelo, o desfile cívico-militar que marcou o início das comemorações de 95 anos de fundação da cidade. Em arquibancadas instaladas nos dois lados da Avenida Independência, a população assistiu ao evento, que começou pontualmente às 9 horas, logo após a distribuição de um bolo enorme, de 95 metros, em alusão à idade do município.

“Aparecida hoje é uma cidade muito bonita, melhorou bastante. Antes não tinha nem asfalto direito, né? Agora tem bastante, melhorou a Educação, outras coisas também”, afirmou a merendeira da rede pública municipal e moradora do Jardim Rosa dos Ventos, Maria Eugênia Gonçalves. “Eu gosto muito de morar aqui. Vemos como a cidade está melhor e isso é gratificante”, completou Vicente Barbosa Lagário, pedreiro aposentado de 78 anos, morador do setor Serra Dourada.

Para o prefeito Gustavo Mendanha, o reconhecimento da população é fruto de um trabalho constante de investimentos que tem continuidade em sua gestão. “Estamos trabalhando para consolidar esse momento de Aparecida, como uma cidade empresarial, industrial, universitária. Buscando garantir recursos para que possamos continuar investindo, criando este ambiente favorável aos empreendedores”, afirmou.

“É importante destacar também a vocação universitária de Aparecida, não só por dar oportunidade a vários jovens que buscam ter sua formação superior, mas também preparando as pessoas para estarem no mercado de trabalho de Aparecida. A cidade cresceu muito, tínhamos apenas 6 mil empresas ativas há pouco mais de 8 anos. Agora estamos chegando a quase 40 mil empresas ativas e precisamos preparar nosso povo para esse momento”, revelou Mendanha, que apontou alguns dos desafios de sua gestão. “Continuar trabalhando a infraestrutura. Infelizmente temos ainda 30% de ruas a serem pavimentados, 30% de água tratada a ser colocada e cerca de 70% de rede coletora de esgoto. Então o grande desafio é continuar investindo”, enfatizou o prefeito.

Presença de autoridades e anúncio de recursos

Diversas autoridades, como vereadores e secretários da administração municipal, também prestigiaram o desfile. O vice-governador José Eliton, que representou o governador Marconi Perillo, lembrou das parcerias com o Estado. “Aparecida se consolida cada dia mais como referencial. É uma das 40 cidades mais importantes do país, que consegue agregar geração de empregos e serviços públicos de qualidade. Fico feliz de ver o Governo do Estado participando, tendo uma parceria sólida, como a construção do Credeq, do IML, do Itego, com os R$ 10 milhões repassados ao município agora, e os R$ 2 milhões para a Câmara de Vereadores”, listou o vice-governador.

O ex-prefeito da cidade, Maguito Vilela, que compareceu ao evento ao lado do filho e deputado federal, Daniel Vilela, destacou o trabalho do seu sucessor. “Aparecida vem avançando, desenvolvendo, gerando riquezas e dando qualidade de vida ao seu povo. São 95 anos que a população e os gestores constroem essa bela metrópole. Aparecida é muito cobiçada por empresários, investidores. E a gestão do Gustavo, com Vetter, toda sua equipe e a Câmara, está acertando, está fazendo o melhor. Desejo que continuem tendo sucesso”, avaliou o peemedebista.

Participaram ainda do evento representantes de entidades; associações de moradores; líderes comunitários; o magnífico reitor da PUC-GO, Wolmir Amado; o diretor do campus Aparecida da UFG-GO, Júlio César Valandro; o desembargador Gilberto Marques Filho, presidente do TJ-GO; deputados federais e estaduais; e o senador Wilder Morais, que durante seu discurso, aproveitou para anunciar que destinará emendas de bancada ao município. “Serão R$ 15 milhões para diversos investimentos na cidade”, afirmou.

Festa continua

Durante a noite, até o próximo domingo, 14, a população segue com uma ampla programação em comemoração ao aniversário da cidade. Destaque para inauguração de praças, Academias da Terceira Idade, e para a 7ª edição do Aparecida é Show. O evento, já consagrado como um dos maiores rodeios do Centro-Oeste, é realizado por empresa terceirizada, com apoio logístico da administração municipal. Os shows começaram ontem, quarta-feira (10), com grandes nomes da música gospel e entrada franca.   

Hoje à noite, a abertura oficial da festa terá presença do prefeito Gustavo Mendanha e  show da dupla Guilherme e Santiago. Nos demais dias, subirão ao palco as duplas Jorge & Mateus e Israel & Rodolfo; os cantores Israel Novaes, Jonas Esticado, Jefferson Moraes, e Amado Batista, que encerra a festa no domingo, Dia das Mães. Como já virou tradição, neste dia, a entrada também será gratuita.

Aparecida: Uma cidade que se supera a cada dia

Com mais de meio milhão de habitantes, a segunda maior cidade do Estado e 39ª do país em população tem uma história de superação que se mistura com a do seu povo. De natureza pacífica e ordeira, a população vive há quase uma década a experiência de um desenvolvimento social e econômico vertiginoso. A cidade aprimora cada vez mais sua aptidão para a industrialização, conservando, no entanto, elementos importantes do seu passado, como o seu Centro Histórico.

Com características extremamente peculiares, Aparecida cresceu e se tornou uma verdadeira metrópole. Povoada por pessoas de todas as partes do país e até do mundo, saiu da condição de cidade dormitório para uma das mais promissoras do país, com qualidade de vida atestada por seu crescente Índice de Desenvolvimento Humano (IDH) e desenvolvimento econômico em ascensão, mesmo em tempos de crise.

A cidade saltou de pouco mais de 6,6 mil empresas ativas em 2008 para 34,5 mil em 2017, nos cinco polos industriais já constituídos. Resultado principalmente do investimento em infraestrutura, acompanhado por Educação e Saúde. Mais CNPJs ativos significa mais geração de empregos, circulação de renda e arrecadação. Em 2009, a cidade arrecadou pouco mais de R$ 350 milhões em tributos municipais. No ano passado, esse número ultrapassou R$ 1 bilhão, acompanhado em crescimento também pelo PIB, estimado em 12,1 bilhão em 2016.

SEGURANÇA – Para o futuro, os anseios da população passam principalmente por segurança pública e saneamento básico. “Hoje a cidade é outra. Mas a segurança precisa melhorar bastante. Precisamos de mais policiamento nas ruas”, afirmou Maria Eugênia Gonçalves. “Meu setor era calmo, agora está um pouco violento. Espero que o Estado ajude o prefeito. Mas eu gosto muito daqui, é uma cidade boa. Nas outras cidades por onde passo, as coisas são mais caras que aqui. Então gosto muito de Aparecida”, analisou a trabalhadora rural aposentada, Margarida Alves Araújo. “O que ‘tá’ faltando agora é só esgoto. O restante, graças à Deus tem tudo”, completou satisfeito, Damião Jerônimo.

“O futuro de Aparecida é muito promissor. Experimentamos um crescimento vertiginoso e não abrimos mais mão dele. Como gestor, asseguro que estamos, eu e toda a minha equipe, trabalhando não apenas para manter essas conquistas, mas para ampliá-las. O desafio agora é fazer de Aparecida uma cidade inteligente, interligada, conectada. E, seguramente, nos tornaremos novamente modelo para as demais cidades do Estado e de todo o país”, garante o prefeito Gustavo Mendanha.