Aparecida comemora 95 anos com festa popular e obras

0
222

Nesta quinta-feira, 11 de maio, Aparecida de Goiânia celebra 95 anos de fundação. Para comemorar, a Prefeitura prepara uma grande festa popular, com desfile cívico-militar, festival sertanejo e rodeio Aparecida é Show e inauguração de obras ao longo de toda a semana. Os parabéns para a cidade será cantado às 8 horas e o prefeito Gustavo Mendanha, acompanhado de autoridades estaduais e municipais, concederá entrevista para a imprensa logo após o corte e distribuição do bolo de aniversário, que foi confeccionado por uma panificadora local. O desfile cívico está marcado para ter início às 9 horas.

À exemplo dos anos anteriores, o local da festa de 95 anos será a Avenida Independência, no Setor Village Garavelo, próximo ao shopping em construção e à Caixa Econômica Federal. Um bolo de 95 metros, personalizado com imagens da cidade, será distribuído à população presente. O sabor escolhido foi o popular pão de ló com recheio leve: ganache de abacaxi e cobertura de chantilly. Cerca de 100 pessoas se encarregarão da entrega.

 

Para garantir que tudo transcorra com tranquilidade, uma comissão organizadora, composta por membros de todas as secretarias da administração municipal e coordenada pelo Gabinete da Casa Civil, foi previamente criada para cuidar dos detalhes do desfile, focando na economicidade da festa. Para a produção do bolo, por exemplo, foram priorizadas as panificadoras do município e a escolha final foi pela que apresentou o menor custo.

 

DESFILE – Às 9 horas terá início o desfile, com previsão de duas horas de duração. Pelo menos seis mil pessoas estarão envolvidas no desfile e na organização. As atrações incluem alunos de escolas das redes públicas municipal e estadual de Aparecida; Polícias Civil e Militar; Corpo de Bombeiros; Exército; todas as secretarias e órgãos públicos municipais, que apresentarão os serviços e melhorias em cada área do município.

 

Bandas marciais da cidade e convidadas animarão o público. Associações e instituições beneficentes que atuam em Aparecida, como a Apae, Lions Clube, também foram convidadas. A programação se completa com diferentes segmentos culturais e esportivos, que ganham cada vez mais espaço no município: grupos de folia, catira e cavaleiros, que tão bem representam a cultura regional de Aparecida, em contraste e harmonia com jovens da dança contemporânea, skate, ciclismo e esportes radicais.

 

APARECIDA É SHOW – À noite, as comemorações continuam com a abertura oficial do Aparecida é Show 2017, evento já consagrado como um dos maiores rodeios do Centro-Oeste. A festa será realizada entre os dias 10 e 14 de maio, por empresa terceirizada, e com apoio logístico da administração municipal. Na quarta-feira, dia 10, está previsto show gospel e entrada franca.

 

A abertura oficial do evento será no dia 11 de maio, quinta-feira, com show da dupla Guilherme e Santiago. Nos demais dias, subirão ao palco as duplas Jorge & Mateus e Israel & Rodolfo; os cantores Israel Novaes, Jonas Esticado, Jefferson Moraes, e Amado Batista, que encerra a festa no domingo, Dia das Mães. Como já virou tradição, neste dia, a entrada também será gratuita.

 

Aparecida: Uma cidade que se supera a cada dia

Com mais de meio milhão de habitantes, a segunda maior cidade do Estado e 39ª do país em população tem uma história de superação que se mistura com a do seu povo. De natureza pacífica e ordeira, a população vive há quase uma década a experiência de um desenvolvimento social e econômico vertiginoso. A cidade aprimora cada vez mais sua aptidão para a industrialização, conservando, no entanto, elementos importantes do seu passado, como o seu Centro Histórico, onde até hoje se destaca a pequena Paróquia Nossa Senhora de Aparecida.

A comemoração do 11 de maio se deve inclusive à criação da capela. Foi ali que, em 11 de maio de 1922, a comunidade do então arraial que se formava ergueu uma cruz e celebrou sua primeira missa campal. A igrejinha foi edificada depois, mas esse foi o marco zero da história do povo aparecidense, que só em 14 de novembro de 1963 se tornou independente da Capital do Estado e ganhou status de município.

Com características extremamente peculiares, Aparecida cresceu e se tornou uma verdadeira metrópole. Povoada por pessoas de todas as partes do país e até do mundo, saiu da condição de cidade dormitório para uma das mais promissoras do país, com qualidade de vida atestada por seu crescente Índice de Desenvolvimento Humano (IDH) e desenvolvimento econômico em ascensão, mesmo em tempos de crise.

A cidade saltou de pouco mais de 6,6 mil empresas ativas em 2008 para 34,5 mil em 2017, nos cinco polos industriais já constituídos. Resultado principalmente do investimento em infraestrutura, acompanhado por Educação e Saúde. Mais CNPJs ativos significa mais geração de empregos, circulação de renda e arrecadação. Em 2009, a cidade arrecadou pouco mais de R$ 350 milhões em tributos municipais. No ano passado, esse número ultrapassou R$ 1 bilhão, acompanhado em crescimento também pelo PIB, estimado em 12,1 bilhão em 2016.

“O futuro de Aparecida é muito promissor. Experimentamos um crescimento vertiginoso e não abrimos mais mão dele. Como gestor, asseguro que estamos, eu e toda a minha equipe, trabalhando não apenas para manter essas conquistas, mas para ampliá-las. O desafio agora é fazer de Aparecida uma cidade inteligente, interligada, conectada. E, seguramente, nos tornaremos novamente modelo para as demais cidades do Estado e de todo o país”, garante o prefeito Gustavo Mendanha.