Aparecida de Goiânia, segunda-feira, 18 de outubro de 2021
Economia

Aparecida acelera retomada com instalação de centenas de empresas

Redação
22 de setembro de 2021

Números de novos negócios abertos no município de janeiro a agosto deste ano já equivale a 85% de todos os CNPJs registrados em Aparecida no ano passado

Com 1.208 novas empresas abertas em Aparecida de janeiro a agosto deste ano, o número de CNPJs criados na cidade nos oito primeiros meses de 2021 já representa 85% de todos os 1.413 empreendimentos privados registrados no município em 2020. É um ritmo de expansão do setor produtivo que, para a Prefeitura de Aparecida, evidencia a retomada econômica do município após as fases mais agudas da pandemia de Covid-19.

De janeiro a agosto de 2021, Aparecida teve um incremento médio de 151 novas empresas abertas a cada mês. O número é 35% maior do que os 112 novos negócios criados mensalmente, em média, no mesmo período do ano passado (901 ao total). Os dados são da Junta Comercial do Estado de Goiás e não levam em conta empresas do tipo microempreendedor individual (MEI), que são criadas diretamente pela internet e, em Aparecida, com auxílio da Casa do Empreendedor, mantida pela gestão municipal.

Aparecida é a cidade que mais atrai empresas em Goiás, com exceção da capital. Nos últimos 13 anos, o município saltou de 6 mil para mais de 60 mil empresas em operação. Entre 2008 e 2021, Aparecida expandiu em 900% o número de CNPJs ativos, considerando empresas de todos os portes.

“Quando olhamos para Aparecida, até mesmo pelo seu desenvolvimento e por tudo o que está acontecendo aqui, decidimos vir para cá. E tivemos excelentes referências da cidade”, conta o executivo Tobias Martins, do grupo DB Diagnósticos. Gigante nacional no ramo de exames laboratoriais, a DB acaba de anunciar a construção de uma nova filial em Aparecida. Está investindo R$ 14 milhões para começar a operar no município, onde deve gerar até 200 empregos diretos.

O prefeito Gustavo Mendanha lembra que, de 2010 a 2018, a economia de Aparecida cresceu 122%, com seu Produto Interno Bruto (PIB) expandindo de R$ 5,8 bilhões para R$ 12,9 bilhões. “Esse crescimento, obviamente, atrai olhares de muitos investidores e gera confiança no ambiente de negócios. O setor produtivo é o que mais emprega no Brasil e, por isso, estimulamos o máximo a atividade empresarial, fomentando assim novos investimentos, mais contratações e aumento na arrecadação de impostos, que se transformam em novas obras públicas para a população”, analisa Gustavo.

Atrativos para empresas

Para o secretário municipal de Desenvolvimento Econômico, Marlúcio Pereira, a cidade reúne vários diferenciais que favorecem a escolha das empresas por Aparecida. Ele exemplifica com a localização do município, no centro do País, citando que isso facilita o escoamento da produção por rodovias como a BR-153, na ligação com São Paulo.

“Somados aos polos empresariais e industriais já existentes, à infraestrutura viária, à segurança jurídica, à vocação de Aparecida para o comércio e para a indústria e ao consistente relacionamento da Prefeitura com o setor produtivo, são fatores decisivos na atração de novas empresas para a nossa cidade”, finaliza o gestor.

DENÚNCIA DE IRREGULARIDADES?

envie um email para

[email protected]

2005 - 2021
magnifiercross linkedin facebook pinterest youtube rss twitter instagram facebook-blank rss-blank linkedin-blank pinterest youtube twitter instagram