Ana Carla: Celg é “joia da coroa” e venda será em novembro

0
483

A secretária estadual da Fazenda, Ana Carla Abrão, garante que a Companhia Energética de Goiás (Celg) será privatizada em novembro. Segundo ela, o cronograma do leilão é apertado, mas está em dia e pode chegar a R$ 8 bilhões. A informação é da Agência Estado, publicada hoje, 29, em O Popular. Endividada, a Celg foi federalizada pela Eletrobrás e, posteriormente, incluída no Programa Nacional de Desestatização (PND) e será a primeira empresa do setor a ser negociada.

Ansiosa em vender a Companhia, Ana Carla afirma que a Celg tem grande potencial de crescimento e investidores nacionais e estrangeiros estão interessados na compra. “A Celg é a joia da coroa. Goiás continua crescendo e é um Estado plano, sem problemas de relevo, como existem em outros locais, facilitando a distribuição”, elogia. Segundo ela, há bancos montando fundos e investidores se organizando para participar do leilão. “Está todo mundo de olho”, comemora.

Com tantas qualidades, lembradas pela própria secretária, a dúvida persiste: Por que o Estado irá se desfazer do seu maior patrimônio? Segundo Ana Carla, a falta de investimentos na Celg restringe o crescimento do Estado. Contraditória, ela afirma que Goiás cresce em um ritmo mais acelerado que o potencial da empresa, mas ao mesmo tempo ressalta que o Estado não tem condições de investir na Celg.

Goiás Real