Altamiro Borges: Alckmin põe Metrô paulista a serviço da Globo

altamiroO governo paulista anunciou nesta terça-feira (29) que mudará o horário de funcionamento do metrô e dos trens de São Paulo nos dias dos jogos para atender aos caprichos e garantir os altos lucros da TV Globo. Na semana passada, parte da torcida corintiana deixou o estádio do Itaquerão antes do final da partida para não perder o transporte.

Houve muita reclamação sobre os horários das partidas, que começam às 22 horas para não prejudicar a novela global. Diante da chiadeira, os tucanos decidiram atender à bilionária famiglia Marinho – que, afinal, dá uma baita ajuda na campanha pela reeleição de Geraldo Alckmin.

A decisão irritou o presidente do Sindicato dos Metroviários de São Paulo, Altino Prazeres.

Segundo o líder sindical, em entrevista ao site do ESPN, a medida prejudica os metroviários e os torcedores. Ele garante que será impossível, com o atual número de funcionários do metrô, dar bom atendimento às pessoas que vão aos estádios para acompanhar os seus times durante a semana.

“É uma decisão que não pensa nos torcedores. Além de torcedores, eles são trabalhadores. Mesmo com o metrô aberto, eles demoram para chegar em suas casas e ainda têm de ir ao trabalho no dia seguinte. Por que não se muda o horário do jogo? É uma decisão que só atende à TV Globo. A cartolagem parece que prefere desse jeito também. Não quer bater de frente [com a Globo], afirmou Altino Prazeres”.

Na última quarta-feira passada (23), no jogo contra o Bahia, vários torcedores deixaram às pressas o estádio antes do apito final para não perder o transporte. Os corintianos ainda acabaram perdendo o último gol do seu time, marcado pelo jogador Renato Augusto já na prorrogação.

A TV Globo, que tem os direitos de transmissão do campeonato, evitou destacar a sacanagem. Mas o tema ganhou as redes sociais. Teve até petição online dos torcedores exigindo mudanças.

Como lembra a jornalista Camila Mattoso, do ESPN, “o horário das partidas é definido conjuntamente pela CBF e pela TV Globo, a detentora dos direitos do campeonato, que definiu sua grade de programação nesse formato”.

Entrevistada pelo ESPN, a vice-prefeita da capital paulista, Nádia Campeão (PCdoB), defendeu a mudança no horário dos jogos e criticou qualquer alteração no funcionamento do metrô e trens.

“O torcedor tem razão ao cobrar melhores condições para desfrutar de seu direito ao lazer. Mas, a meu ver, é mais razoável antecipar o horário das partidas do que mudar o funcionamento de toda a rede de transporte de massa. Como o sistema segue uma série de normas e protocolos para atender ao conjunto da população, o interesse público deve continuar preservado”, afirmou. Já o governo tucano, que deve muitos favores à TV Globo, preferiu ceder aos privilégios da famiglia Marinho.

Viomundo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Adblock Detected

Considere nos apoiar desabilitando o bloqueador de anúncios