Abertura da Jornada da Cidadania 2017

“Feliz por saber que muitos moradores de Aparecida serão beneficiados”, diz Gustavo na abertura da Jornada da Cidadania 2017

Em mais uma demonstração inequívoca de apoio à realização do evento que deve ofertar mais de 530 mil atendimentos gratuitos à população, o prefeito de Aparecida de Goiânia, Gustavo Mendanha, participou, nesta quarta-feira (24), da abertura oficial da Jornada da Cidadania 2017, sob coordenação conjunta da Pontifícia Universidade Católica de Goiás (PUC-GO) e da Arquidiocese de Goiânia.

No câmpus II da PUC-GO, no Jardim Mariliza, na Capital, Gustavo prestigiou o início da Jornada ao lado do vice-prefeito e secretário de Governo, Veter Martins, e outros auxiliares. Reforçou, em discursos e entrevistas, que a Prefeitura de Aparecida apoia e é parceira do evento, com diversas secretarias empenhadas em viabilizar ações que, naquele local, beneficiem a população da Região Metropolitana de Goiânia.

A Jornada da Cidadania 2017 encerra-se no próximo dia 27 com expectativa de público de 130 mil pessoas. Até lá, oferece atendimentos gratuitos nas áreas jurídica, de saúde, cultura, educação, cidadania e tecnologia, além de orientações e atividades gratuitas educativas e de lazer. O público vai contar também com serviços gratuitos como exames, vacinas, expedição de documentos e doação de plantas, entre tantos outros. Simultaneamente, também no câmpus II, são realizados os Jogos Universitários (da PUC-GO) e a Feira da Solidariedade, da Arquidiocese de Goiânia.

Após ser saudado pelo arcebispo metropolitano, Dom Washington Cruz, e pelo reitor da PUC-GO, Wolmir Amado, Gustavo relembrou a época em que esteve na instituição, dizendo-se orgulhoso por ter estudado em um local que preconiza valores como solidariedade e justiça. “Estamos na região limítrofe entre a Capital e a minha cidade, e por isso, diante de uma iniciativa deste porte, onde solidariedade e cidadania andam de mãos dadas, registro a minha alegria e satisfação por saber que muitos moradores de Aparecida serão beneficiados com as ações aqui oferecidas”, completou.

A crise política que se instalou no País, tendo Brasília como epicentro dos mais recentes escândalos nacionais, também pautou o discurso do prefeito e de outras autoridades que participaram da abertura oficial da Jornada da Cidadania.

“Temos vivido dias difíceis, que parecem colocar o nosso ânimo e a nossa esperança em xeque. É impossível acharmos que o que acontece em Brasília ficará restrito à Capital do nosso País, sem desdobramentos na economia e sem afetar a nossa gente. Mas sou otimista e, acima de tudo, sei da força e da coragem que imperam entre o nosso povo. Por isso é gratificante estar aqui hoje, vendo a iniciativa privada, a igreja, a comunidade acadêmica e o poder público unindo forças em prol das pessoas que querem não uma, mas várias chances para continuarem crendo em um futuro melhor”.

Dirigindo-se especialmente ao arcebispo Dom Washington e ao reitor Wolmir Amado, o prefeito Gustavo Mendanha assinalou que havia chegado minutos antes de Curitiba (PR), onde a prefeitura foi premiada pelo projeto “Soluções Urbanas para Cidades Inteligentes”, e que ainda seguiria para Brasília, onde teria reuniões de trabalho importantes em ministérios do governo federal.

“A Jornada da Cidadania é um exemplo de iniciativa de sucesso que, se não for copiada literalmente por algum gestor público, deveria, no mínimo, servir de inspiração para projetos de iniciativa do Executivo que alcancem a população. Falo de projetos que tragam, para o nosso povo, mais dignidade, respeito e qualidade de vida”, encerrou.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Adblock Detected

Considere nos apoiar desabilitando o bloqueador de anúncios