Aparecidanet

Vereador do PT de Alfenas MG critica morte de “bandido da escola”

Vereador Guinho da cidade de Alfenas MG diz que policial tem que levar tiro primeiro para depois reagir

O Vereador da Cidade de Alfenas que fica no estado de Minas Gerais, Vagner Tarcísio vulgo Guinho do PT, em sessão da Câmara Municipal fez duras criticas à Cabo da Policia Militar Kátia Sastre, que reagiu a uma tentativa de assalto no último dia 12 e matou Fábio Luiz Venturi de 21 anos, que já tinha várias passagens pela polícia. A ação ocorreu em frente à escola onde estudam as filhas de Kátia, em Suzano, Região Metropolitana de São Paulo.

O vereador usou seu tempo para disseminar criticas a atuação da policial militar que ao perceber o crime reagiu efetuando três disparos de arma de fogo contra o vagabundo que morreu após dar entrada na Santa Casa de Suzano.

Guinho em vídeo gravado pela casa demonstra repudio em relação a postura tomada pela policial, para ele, ela jamais deveria ter atirado, porque ela não teria a certeza de que o suspeito iria matar alguém na ação.

“Eu achei um absurdo o Estado de São Paulo não sei qual cidade fazer uma homenagem para um policial que matou uma pessoa”, disse Guinho.

Em outro trecho do vídeo ele diz: “se o assaltante, se ele ia matar aquela pessoa ou não ia isso nós não sabemos, eu acho que se a policial é treinada, se ela tem um treinamento para evitar que o crime aconteça ela no minimo tinha que fazer era tentar evitar o assalto e não matando o rapaz como ela matou”.  Guinho criticou o governador do Estado de São Paulo, Márcio França (PSB), por homenagear a policial: “Fazer homenagem a quem mata é apologia ao crime, esta incentivando as pessoas assassinar outra pessoa, esta ensinando a pessoa a matar”.

Para o Vereador a policial deveria esperar o bandido atirar primeiro para posteriormente tomar a decisão de revidar, o nobre vereador só se esqueceu que policial não é RoboCop pra levar chumbo e sair ileso para depois reagir a agressão. Lembrando que no local havia várias pessoas inclusive crianças que poderiam ser vitimas.

A repercussão foi estritamente negativa para Guinho que teve seu perfil no Facebook bombardeado por criticas de internautas.

vereador
Facebook